Dicas de Cape Town: O tour do ônibus vermelho

O tour do ônibus vermelho é a melhor forma de conhecer a Cidade do Cabo se você tem pouco tempo. Também acaba sendo útil para quem faz intercâmbio em Cape Town e só consegue explorar a cidade no final de semana.

O ônibus vermelho é útil, principalmente, para quem deseja conhecer Constantia e Kirstenbosch

(Post atualizado em 21/8/19)

O modelo do City Sightseeing de Cape Town é igual ao presente em vários cantos do mundo: um ônibus de dois andares com roteiro no estilo hop-on hop-off. As linhas circulam pela cidade e você fica livre para embarcar e desembarcar nas paradas estabelecidas no trajeto.

Na África do Sul, a empresa disponibiliza o serviço do ônibus vermelho em Joanesburgo e Cidade do Cabo.

Que roteiro do ônibus vermelho escolher?

Cape Town Mini Peninsula Tour (antiga rota azul). É o melhor roteiro. Afinal, tem atrações mais interessantes, passa por lugares bonitos que estão presentes em outras rotas e inclui pontos que ainda não são atendidos pelo sistema de ônibus MyCiti, como as vinícolas de Constantia e o Jardim Botânico de Kirstenbosch.

Já o City Tour (ex-roteiro vermelho) e o Downtown City Tour (antiga  amarela) incluem locais que são bem atendidos pelo transporte público. Centro, Green Point, Table Mountain e Camps Bay, por exemplo, contam com paradas do MyCiti.

Entretanto, se você deseja apenas fazer a degustação de vinhos, faça o Wine Tour (antiga rota roxa). Trata-se de uma perna do Cape Town Mini Peninsula Tour: desça na parada 21 (Constantia Nek) e espere o ônibus que passará por três vinícolas do vale de Constantia.

Há também a possibilidade de comprar um ingresso que vale por dois dias consecutivos e dá acesso a qualquer roteiro.

Como é o Mini Peninsula Tour

Ele tem este nome porque que inclui parte do chamado Cape Peninsula Tour, um roteiro famoso e comum entre as agências locais.

Esta rota também é a opção mais polivalente, sendo capaz de agradar a vários perfis: tem atrações para crianças, e quem gosta de natureza, gastronomia e até do questionável “favela tour”.

Jardim Botânico de Kirstenbosch:

É a primeira parada relevante do roteiro. O jardim de Kirstenbosch fica aos pés do Devil’s Peak e é um dos lugares mais bonitos de Cape Town.

O local costuma receber muitos eventos, principalmente no verão, quando há uma série de shows e exibição de filmes a céu aberto.

O valor do ingresso não está incluído no ticket do ônibus vermelho. Se você faz intercâmbio, apresente a carteirinha da sua escola de inglês para receber um desconto na bilheteria.

Veja o post sobre o jardim de Kirstenbosch

Preços em janeiro/19: Adultos (70 rand), estudantes (40 rand), 6-17 anos (20 rand), menores de 6 anos entram de graça.

Constantia:

O trecho dedicado ao vale de Constantia evoluiu nos últimos anos. Em 2011, quando fiz o tour pela primeira vez, ele parava apenas na Groot Constantia. Hoje, Eagles’ Nest e Beau Constantia também fazem parte do pacote.

Mais encorpado, o passeio pela região ganhou até seu roteiro exclusivo do ônibus vermelho, o Wine Tour. Funciona assim: você desembarca em um ponto de encontro em Constantia (parada 21, Constantia Nek, em frente ao restaurante La Parada) e embarca no veículo que circula pelas vinícolas.

Na viagem de novembro de 2018, fiz esse passeio novamente – a primeira vez nesse novo modelo. O ponto de encontro com o ônibus do Wine Tour é a poucos metros da parada 21, e bem em frente à Beau Constantia. Já Groot Constantia e Eagles’s Nest ficam mais distantes, não dá pra ir a pé.

Veja o post sobre a vinícola Groot Constantia

World of Birds:

Talvez seja a parada mais interessante para crianças. Na prática, o World of Birds é um zoológico sem animais de grande porte. Apesar de ser o maior santuário de aves da África, o local também conta com macacos, porquinhos da Índia e suricatos (o Timão), entre outros.

Nos últimos tempos, esse lugar vem passando por uma crise financeira e corre o risco de fechar. Visitar essa atração, portanto, acaba sendo uma forma de dar uma força ao seu trabalho.

Imizamo Yethu:

As townships são equivalentes à nossas favelas. Na África do Sul, representam os locais onde a população de negros e coloured era obrigada a morar.

Passada a explicação, hora de resumir o tour por Imizamo Yethu em uma palavra: constrangedor. Em 2011, segui meu grupo de amigos e desci lá. O guia mostrou escolas construídas por voluntários britânicos e, depois, apresentou as casas levantadas por eles. O problema é que o grupo ENTRA nas residências.

Essa foi a parte que mais me incomodou. Entrei rapidamente na primeira e já saí. Lá dentro, havia uma senhora fazendo o almoço, um garoto jogando Need for Speed… Suponho que essa invasão da privacidade seja uma espécie de preço que eles tinham que pagar pela casa presenteada.

Para os europeus, pobreza é novidade. Exótico. Tudo é digno de foto. Você não vai perder absolutamente nada se pular essa parada.

Mariner’s Wharf:

Se você não almoçar em Constantia, Hout Bay é o lugar para matar a fome. O Mariner’s Wharf é um complexo de restaurantes especializados em peixes e frutos do mar.

A grande estrela do cardápio por ali é o fish & chips. O do Wharfside Grill, localizado no segundo andar, é um dos mais elogiados pelos brasileiros. Fiquei surpreso com todo o amor demonstrado nos comentários de uma foto que postei há alguns anos no Facebook.

Já no térreo, vendem refeições para viagem, os takeways. Você pode comprar seu almoço e sentar em uma das mesas ali da varanda.

Se quiser dedicar mais tempo a Hout Bay, há outros restaurantes no final do porto, meio longe da parada do ônibus vermelho. Além disso, entre sexta a domingo, é realizado o Bay Harbour Market, que ainda não conseguiu me emocionar.

As outras paradas:

Depois de Hout Bay, o ônibus segue rumo à região central de Cape Town. Para mim, a melhor dessa parte do trajeto é a vista da Victoria Road, a estrada cravada entre a montanha e o mar, antes de Camps Bay.

Por isso, tenha coragem para enfrentar o vento e procure se sentar no segundo andar, na fila da esquerda. É o lado do oceano, e você ainda pode tirar boas fotos do conjunto de montanhas chamado de Doze Apóstolos. Em novembro de 2018, até avistei algumas umas baleias. Tomara que você tenha a mesma sorte!

Essa fileira também é a boa para o trecho de Clifton e Bantry Bay, onde passamos ao lado dos terraços de prédios construídos entre a pista e a praia.

Os outros passeios

Nos últimos anos, a empresa passou a oferecer mais opções de passeios em Cape Town. De quebra, ofereceu mais opções para quem pretende explorar os arredores – em especial, as vinícolas de Stellenbosch e Franschhoek.

Cape Point & Penguins:

Uma das novidades é esse day tour que inclui a Península do Cabo. Partindo de Cape Town pela manhã, ele para no Cabo da Boa Esperança, Cape Point e Boulders, a praia dos pinguins.

Franschhoek & Stellenbosch with Wine Tastings:

Muito útil para os amantes do vinho e curiosos. A diferença para a rota de Constantia é que esse passeio dura o dia todo, fazendo paradas para degustações em Stellenbosch e Franschhoek.

Na volta a Cape Town, o tour ainda para na bela Bloubergstrand. Mesmo não tendo nada a ver com vinho, deve valer a pena. Aquela praia tem a minha vista preferida da Table Mountain.

Integração com o Wine Tram de Franschhoek:

Desde setembro/2018, o red bus oferece um transporte a partir de Cape Town para quem deseja embarcar no Wine Tram, o serviço de ônibus e trens que passa por vinícolas da cidade de Franschhoek. Esse transfer do City Sightseeing funciona às terças, quintas e sábados. Faça sua reserva através deste link.

Experimentei essa integração Wine Tram + Red Bus em novembro/2018 e escrevi sobre o passeio neste post.

LaGugu Township Tour:

É um desses “puxadinhos” do roteiro. Uma van parte da base da City Sightseeing no Centro, e vai para Langa (a mais antiga e uma das maiores townships) e Gugulethu.

Pela descrição no site, parece ser beeem diferente da parada em Imizamo Yethu. Dá pra fazer um passeio de bicicleta por Langa e comer no Mzoli’s, famoso restaurante de Gugulethu.

Sunset:

O Sunset Bus opera entre setembro e maio. Um ônibus sai da parada 1 (Two Oceans Aquarium/Waterfront) rumo ao topo da Signal Hill especialmente para o pôr do sol. Veja os horários e dias de funcionamento no site oficial da empresa.

Walking Tours:

Já os Walking Tours gratuitos não parecem ser má ideia. Há dois tipos de roteiro para os passeios guiados: Histórico Bo-Kaap. Ambos partem da base do City Sightseeing na Long Street, são realizados todos os dias e duram 90 minutos.

Ah, o nome diz “free”, mas deve-se dar uma gorjeta ao guia. Evite a gafe! 😉

HORÁRIOS: Histórico (10h30, 12h, 13h30, 15h e 16h); Bo-Kaap (10h30, 13h30 e 16h).

Passeios de barco:

São tours rápidos (25 minutos) e baratos. O Harbour Cruise passa pela área do porto do V&A Waterfront, enquanto o Canal Cruise tem em seu roteiro os canais daquele complexo.

Serviço

Recomendo o download da tabela de horários e pontos de partida de todos os tours.

INGRESSOS

Onde comprar: bilheterias do City Sightseeing no Two Oceans Aquarium (Waterfront), Long Street e Camps Bay (Victoria Road). Também dá pra comprar online ou diretamente no ônibus vermelho (pagamento apenas com cartão).

Clique aqui para conferir os preços dos ingressos de todos os tours do ônibus vermelho em Cape Town.

Planejando sua viagem

Ao planejar sua viagem com os parceiros do Bastante Sotaque, você ajuda a manter o blog. As vendas garantem uma comissão ao blogueiro e, com isso, é possível cobrir os gastos com hospedagem do site e domínio.

Guia da África do Sul

As livrarias brasileiras não oferecem muitas opções de guias daquele país. Por isso, sugiro o Guia da África do Sul do blog Se Lança, que é uma das minhas referências de conteúdo em português sobre aquele destino.Dicas da África do Sul

Seguro viagem

Leitores do Bastante Sotaque têm desconto de 5% ao adquirir este serviço com a nossa parceira Seguros Promo. Basta usar o cupom bastantesotaque5 na compra do seguro viagem.

Aluguel de carros

Rentcars.com é o maior site de comparação de preços, descontos e serviços de locações de veículos da América Latina. Presente em mais de 140 países (incluindo Brasil e África do Sul), cobre os principais destinos e aeroportos do planeta através de parcerias com mais de 100 locadoras. Para reservar, basta clicar aqui.

Passagens aéreas

Você pode consultar os preços e comprar passagens para África do Sul ou qualquer lugar do Brasil e do mundo através do site Passagens Promo. Com isso, o Bastante Sotaque ganha uma comissão e você ajuda o blog a se manter.

Quer mostrar o post pra alguém? Compartilhe!

8 comentários

    • Não tem hop on/hop off pra Stellenbosch.
      É um ônibus que circula pelas vinícolas de lá, um passeio que dura o dia inteiro.
      O outro passeio é do ônibus que vai até Franschhoek, para pegar o Wine Tram.

  1. Olá, primeiramente parabéns pelo blog!
    estou querendo me hospedar no Sea Point, mas nao entendi se o onibus vermelho atende. Tem myciti, mas queria concentrar todo meu trasporte no onibus vermelho mesmo para otimizar tempo. Obrigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.