Gautrain, o trem do aeroporto de Joanesburgo

  • O Gautrain é um trem de alta velocidade que circula entre as cidades de Joanesburgo e Pretória, e conta com uma estação no aeroporto internacional.

Inaugurado no início da última década, o sistema de trens de alta velocidade Gautrain atende às cidades de Joanesburgo e Pretória, ambas localizadas na província de Gauteng. Para o viajante, ele é especialmente útil como opção para sair do Aeroporto Internacional O.R. Tambo, onde há uma estação.

Para facilitar a navegação, dividi este post em algumas seções:

Estrutura

O Gautrain (pronúncia: RRRÁUTREIN) conta com dez estações distribuídas por três linhas, e ainda dispõe de um serviço complementar de ônibus. Vale lembrar que esse não é o principal sistema de trens de Gauteng: esse título fica com o mais barato e bem mais abrangente MetroRail.

Comparando com os transportes de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, o Gautrain é como se fosse um Metrô com preço de Uber, que cobre uma área extensa, mas tem poucas estações.

Eu utilizei o Gautrain em 2015 e 2024. Não notei nenhuma diferença nessas minhas duas passagens por Joanesburgo. As estações eram as mesmas e a qualidade, igual. O que é bom. Basta comparar com o sistema de ônibus MyCiti, de Cape Town, no qual notei uma queda significativa na minha viagem mais recente.

Estação Marlboro - Joanesburgo, África do Sul

Como usar o Gautrain

Para embarcar no trem de alta velocidade da província de Gauteng, você precisa de um cartão. A tarifa depende da distância a ser percorrida. Se você é ruim com números, que nem a pessoa que escreve este texto, é só informar seu trajeto na bilheteria. Um exemplo: “vou a Rosebank e volto para esta estação”.

Ainda há a possibilidade de calcular as tarifas da sua viagem através do site e do aplicativo do Gautrain. Entretanto, acho ambos lentos e pesados.

Falando no site, vi que eles aceitam pagamento com cartão de crédito, por aproximação, direto na catraca. Isso visa facilitar a vida dos turistas. Na viagem de 2024, a minha namorada testou essa funcionalidade com o cartão Wise e não deu certo: não foi culpa do Gautrain, faltava ela resolver um problema com a senha.

Veja também:

Como sair do aeroporto de Joanesburgo

O Gautrain é uma das opções para sair do aeroporto internacional de Joanesburgo. Se você vem pelo desembarque doméstico, é só virar à direita, seguir no corredor até as escadas rolantes próximas aos restaurantes.

Já quem chega de um voo internacional, é basicamente a mesma coisa, só que anda-se menos. Você sai para o saguão e vira à direita. As escadas rolantes estarão logo ali.

Estação aeroporto O.R. Tambo - Joanesburgo, África do Sul

Mudando de linha

Apesar do número baixo de estações, é possível que você tenha que mudar de linha, dependendo do trajeto. Nessa viagem de março de 2024, por exemplo, eu saí do aeroporto (linha amarela), desci em Sandton e fui para a vermelha, que ia para Rosebank.

Uma coisa que achei interessante na parte interna das estações foi a sinalização. Destaque para a iluminação das plataformas: elas são iluminadas de acordo com a cor da linha.

Já para quem se desloca rumo à linha amarela, ainda pode seguir os adesivos de avião no piso.

Gautrain - Plataforma da estação Sandton - Joanesburgo, África do Sul

O Gautrain na minha viagem

Se você é viajante, a grande utilidade do Gautrain é a possibilidade de sair do aeroporto de Joanesburgo e chegar rapidamente a lugares como Sandton e Rosebank.

Nessa viagem de março de 2024, me hospedei no hotel SouthernSun, ao lado do aeroporto – no dia seguinte, iria para o safári em Hoedspruit. Usei o Gautrain para ir a um shopping de Rosebank para almoçar e fazer uma pequena compra no supermercado.

Cada trecho saiu por 230 rand, um pouco mais caro que o Uber, que daria cerca de 190. Considerando o conforto do trem e o fato de não pegar trânsito, fiquei satisfeito. Pensando num uso no dia a dia, parece pesar no bolso. Ainda assim, vi um grande movimento de passageiros quando voltava para o aeroporto. A maioria desceu em Rhodesfield, que também tem uma estação do MetroRail.

Gautrain no seu roteiro

Confira algumas atividades que podem ser incluídas no seu roteiro e são acessíveis pelo Gautrain.

Union Buildings, Pretória

Em 2015, fui até os Union Buildings, sede do Governo sul-africano. No jardim, há uma estátua de 9m do ex-presidente Nelson Mandela. Feita de bronze, a imagem foi inaugurada em dezembro de 2013, poucos dias após a morte do Madiba.

Para chegar lá, desça na estação Hatfield e pegue o ônibus H3, que tem uma parada em frente ao palácio. Atenção: o ônibus circula apenas em dias úteis.

Veja também: Passeando em Pretória

Union Buildings - Pretória, África do Sul

Jogos de rugby e futebol em Pretória

Ainda não tive a chance de ir ao estádio Loftus Versfeld, onde jogam os times de Pretória: Mamelodi Sundowns e Bulls, potências do futebol e rugby, respectivamente. O esquema é semelhante ao dos Union Buildings: estação Hatfield e ônibus H3.

Veja também: Jogos de rugby em Joanesburgo e Pretória

Sandton

Área repleta de hotéis e coração financeiro de Joanesburgo, Sandton não tem muita graça para o turista que gosta de tirar fotos de lugares bonitos. A única coisa que quebra isso é a estátua do Mandela – sim, mais uma – na área externa do centro comercial Nelson Mandela Square, vizinho de outro shopping, o Sandton City.

Para chegar lá, é fácil: estação Sandton, que faz parte das três linhas do Gautrain.

Estação Sandton - Joanesburgo, África do Sul

The Zone, Rosebank

Ok, shopping não é das recomendações mais criativas. Entretanto, foi o lugar que escolhi para almoçar no meu único dia em Joanesburgo em março de 2024. Eu precisava de algo que não exigisse muito do meu cérebro cansado do voo e sofrendo com o jetlag.

O The Zone, pelo menos, é cheio de áreas abertas, não tem tanta cara de shopping convencional. Indo pra lá, eu sairia do hotel, mostraria um pouco de Joanesburgo pra Camila e, em um lugar só, poderia almoçar e comprar algumas coisas no supermercado.

Restaurante Tashas - Rosebank, Joanesburgo, África do Sul

Para o almoço, escolhi a filial do Tashas, rede sul-africana fundada por Natasha Siders. Pedimos o delicioso lemon chicken com batatas e arroz branco (este é uma raridade entre os acompanhamentos na África do Sul).

Já para as compras de mercado, fomos no Spar localizado dentro do shopping.

Um lugar que chamou a minha atenção no The Zone foi o restaurante de temática brasileira em frente ao Tashas. Plumas, paetês e araras na decoração, além da palavra CARNAVAL em letras garrafais num vidro, me deixaram intrigado e hipnotizado.

Restaurante Mamasamba - Joanesburgo, África do Sul

Maboneng

Na viagem de 2015, fiquei hospedado no Curiocity, em Maboneng. A estação mais próxima é a Park, vizinha à central do Metrorail. As opções para chegar à região revitalizada do Centro de Joanesburgo são Uber e ônibus do Gautrain. Não recomendo os táxis: por ali, só vi aqueles que não usam o taxímetro.

Para chegar ao Curiocity e à rua Fox (a principal daquela região), desça na parada 9 da linha J2. Como ainda não andei nesse ônibus e é dificílimo encontrar imagens do seu interior, não tenho como dizer se é tranquilo embarcar nele com bagagens.

Maboneng - Joanesburgo, África do Sul

Serviço

  • Para embarcar, adquira um cartão na bilheteria. Não aceitam dinheiro vivo. É necessário ter um saldo mínimo de 36 rand para embarcar num trem ou ônibus.
  • Você também pode embarcar usando o cartão de crédito direto nas catracas, desde que ele esteja habilitado para pagamento por aproximação. Segundo as regras do Gautrain, é um cartão de crédito para cada usuário. *Não testei essa forma de pagamento
  • É possível checar o saldo nas máquinas de autoatendimento nas estações. Os trens circulam com intervalos de 10 minutos em horários de maior movimento (peak times) e de 20 minutos nos mais tranquilos (off-peak). Em feriados e finais de semana, os intervalos são de 20 minutos (entre 9h e 16h) e 30 minutos (demais horários). Para saber os horários exatos, baixe o app do Gautrain ou visite a programação do site oficial.
Mapa das linhas do Gautrain - Joanesburgo e Pretória, África do Sul

O Bastante Sotaque é uma iniciativa independente, com conteúdo 100% gratuito, e isso demanda tempo e custos. Por isso, quando você planeja sua viagem com os parceiros do site, você ajuda a mantê-lo.

A Melhores Tarifas é comandada pela Mari Magalhães, que sabe tudo de África do Sul. E eu recomendo não só pela parceria, mas porque emiti com ela as passagens da minha viagem de março/2024.

Então, na hora de comprar sua passagem – não só pra África do Sul – fale com a Mari. Entre em contato com ela através do e-mail asmelhorestarifas@gmail.com.

Real Seguro Viagem é a pioneira em comparação de seguros de viagem online no Brasil. Desde 2008, a empresa trabalha com seguradoras especialistas em atendimento ao viajante. Para fazer sua cotação, clique aqui.

Dicas da África do Sul

As livrarias brasileiras não oferecem muitas opções de guias daquele país. Por isso, sugiro o Guia da África do Sul do Se Lança Blog, que é uma das minhas referências de conteúdo em português sobre aquele destino.

Rentcars é o maior site de comparação de preços, descontos e serviços de locações de veículos da América Latina. Presente em mais de 140 países (incluindo Brasil e África do Sul), cobre os principais destinos e aeroportos do planeta através de parcerias com mais de 100 locadoras. Para reservar, basta clicar aqui.

Através da GetYourGuide, você pode ter acesso e reservar cerca de 110 mil atrações e passeios em 150 países.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.