Futebol na África do Sul: Conheça os principais times de Cape Town

A Cidade do Cabo conta com dois representantes na primeira divisão do Campeonato Sul-Africano. Ajax CT e CT City, os principais times de Cape Town, mandam a maior parte de seus jogos no estádio utilizado na Copa do Mundo de 2010.

Os dois times de Cape Town evitam que o estádio da cidade seja um elefante branco

Queridinha dos turistas e estudantes estrangeiros, a Cidade do Cabo não tem a mesma representatividade no futebol doméstico. As maiores potências – e torcidas – do país estão concentradas em Joanesburgo e Pretória. É lá que ficam as bases de Orlando Pirates, Kaizer Chiefs, Bidvest Wits e Mamelodi Sundowns. Criado em 2016, o Cape Town City mostra potencial pra alterar essa ordem. Já o Ajax Cape Town, parceiro do xará de Amsterdã, é uma figura constante, mas discreta, na África do Sul.

Mesmo sem ter ido a um jogo do City, já o considero pacas. Acho importante que a Cidade do Cabo tenha mais um time mandando seus jogos no Cape Town Stadium. É um dos estádios mais bonitos do mundo, e merecia mesmo ser mais utilizado.

A seguir, conheça melhor os times de Cape Town na ABSA Premiership, a primeira divisão sul-africana:

Cape Town City FC

O Cape Town City é um dos caçulas da África do Sul. Em 2016, o empresário John Comitis comprou o Mpumalanga Black Aces e realocou a franquia na Cidade do Cabo. A distância da Mother City para a antiga sede, em Witbank, é de cerca de 1.500 km. Por isso, um dos desafios dos novatos era construir, do zero, uma nova base de torcedores.

O primeiro passo para que isso acontecesse foi dado durante a temporada 2016/2017. O “Blue and Gold Army” conquistou a Copa Telkom Knockout e brigou pelo título sul-africano, terminando a liga na terceira posição.

(Clique nas imagens para ampliá-las)

Com esse currículo breve e vencedor, acredito que as partidas do City apresentem um nível técnico bem superior às do Ajax e do futebol da África do Sul em geral.

Para a temporada 2017/2018, a novidade no elenco do City é o experiente Teko Modise. Dono da camisa 13, o meia foi comandado por Joel Santana na seleção sul-africana e tem passagens por Orlando Pirates e Mamelodi Sundowns.

Outro nome familiar para quem acompanha futebol é o do atacante Victor Obinna. Não se trata do baiano “melhor que o Eto’o”, mas, sim, do nigeriano de 30 anos, ex-Inter-ITA, que disputou a Copa do Mundo de 2010. Na última década, o jogador teve uma breve passagem pelo Internacional.

Apesar dos bons valores da equipe, a maior estrela do City está no banco de reservas. O ex-atacante Benni McCarthy, recordista de gols pela seleção da África do Sul, foi contratado como técnico para esta temporada.

Quem deixou o clube em setembro foi o meia Lebogang Manyama. O camisa 8 foi eleito o melhor jogador do último campeonato e se transferiu para o futebol turco.

Ajax Cape Town

O Ajax capetoniano foi criado no fim de 1998 a partir da fusão das equipes Seven Stars e Cape Town Spurs. Curiosamente, o atual chefão do City, John Comitis, foi um de seus fundadores. Na nova fase, foi desenvolvida uma academia de futebol, tornando o clube capetoniano um celeiro de talentos para Ajax holandês.

Se a sala de troféus não é das mais cheias, os “Urban Warriors” podem se gabar do trabalho de sua base. Dali, saíram jovens promessas para Amsterdã. O nome mais famoso é o de Steven Pienaar, que também passou por Everton e Tottenham.

Também no clube da Cidade do Cabo surgiram nomes que são importantes para a equipe nacional atualmente. O zagueiro Thulani Hlatshwayo, hoje no Bidvest Wits, é o capitão dos Bafana Bafana. Manyama, que brilhou pelo rival Cape Town City, também passou pelo Ajax.

Já o destaque mais recente da sua fábrica de talentos é o defensor Rivaldo Coetzee. Aos 20 anos, é nome constante nas convocações da África do Sul. Ele também esteve no Rio 2016, quando tive a chance de entrevistá-lo. E, sim, seu nome é uma homenagem ao craque brasileiro do Penta. Em setembro, o atleta se transferiu para o Mamelodi Sundowns, de Pretória.

Sem Rivaldo, um nome para se prestar atenção talvez seja Prince Nxumalo. Dono da camisa nove, o atacante marcou dois gols nas seis primeiras rodadas do Sul-Africanão.

(Clique nas imagens para ampliá-las)

O Vasco da África do Sul

Fundado em 1980 por membros da comunidade portuguesa, o Vasco chegou a participar da elite sul-africana no início desta década. Por muito tempo, a equipe utilizou um uniforme idêntico ao do xará carioca.

Atualmente, apenas as divisões de base mantém o nome do navegador. Já o time profissional mudou de alcunha e sede em 2016. Agora como Stellenbosch FC, o clube tem a cidade dos vinhos como base.

Saiba mais sobre a mudança na matéria que escrevi para o Torcedores.com.

O Santos da África do Sul

O Peixe também conta com um xará entre os times de Cape Town. No entanto, o desempenho do clube tem sido desastroso nas últimas temporadas. Disputando a Segundona desde 2012, o “People’s Team” caiu neste ano para a terceira divisão.

Outros times de Cape Town

Se você é louco(a) o suficiente por futebol, a ponto de considerar a ida a um jogo da segunda divisão sul-africana, clique neste link. É a tabela da National First Division (NFD) para a temporada 2017/2018.

Caso esteja em Cape Town, poderá conferir de perto o desempenho de Ubuntu Cape Town, Cape Town All Stars e até mesmo do Stellenbosch FC. Todos mandam suas partidas no Athlone Stadium, a 10 km do Centro da Cidade do Cabo. Eventualmente, o ex-Vasco também joga no seu Parow Park, a 20 km da região central.

Veja também:

Futebol: Os jogos da 1ª divisão sul-africana em Cape Town na temporada 2017/2018

O clima no Cape Town Stadium: a Copa que não terminou

Custo de vida em Cape Town: Veja alguns preços do Uber

Transporte: Ônibus MyCiti, o BRT de Cape Town

Quer mostrar o post pra alguém? Compartilhe!

3 comentários

  1. Pedro, bom dia,
    Vou para africa do Sul em Novembro.
    Nas minhas viagens eu costumo comprar chaveiros e camisas dos times de futebol das cidades que eu passo.
    Vocês teriam alguma loja para indicar em Cidade do Cabo e Joanesburgo que eu possa comprar? Principalmente os chaveiros. Não sei se tem lojas oficiais dos times.
    abs.

    • Olá, Rodrigo!
      As lojas esportivas de lá não me encheram muito os olhos e não encontrei lojas oficiais de clubes.
      O jeito é recorrer a redes multimarcas (tipo a Centauro), como Total Sports e Sportsmans Warehouse, presentes nas principais cidades do país.
      Em Cape Town, se tiver tempo e disposição, lembro de uma loja que fui em 2014 no Access Park, um shopping outlet a 20 minutos do Centro. Ela se chamava Team Sport e tinha várias camisas de outras temporadas (bem baratas, a maioria do Kaizer Chiefs), além diversos souvenirs, como chaveiros e cachecóis.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.